7 de ago de 2010

Poeminha pra esquentá o friu


Cunha está cheia de carros de fora,
Vamos ganhar nossa grana agora!


Os carros de fora atravancam a praça,
A gente de Cunha olha a cena, e passa.

Restôs e bistrôs se alastram ao léu
Os preços sobem e alcançam o céu.


Cinema já temos, lindo de morrer,
Já vem programado pra ninguém ver.


Que bom, que bom, o cult chegou,
É a nova cultura que o vento levou.

Cunha, 07.08.2010