23 de abr de 2010

A louca

Nos dias de sol ela lavava roupa,
Nos dias de chuva cuidava da horta,
Nas noites de frio sonhava com a outra.

Era louca e vivia bem,
Era a louca.


Nas noites de lua urrava de dor,
Nas trilhas escuras perdia o caminho.


Era a louca,
Era a outra.

Grota do Junco, fevereiro de 2010